quarta-feira, 7 de julho de 2010

Usando o Virtual BOX

Sou professor de Hardware e Redes à algum tempo. Meus alunos sempre que solicito um estudo de software, eles sem nem respirar me respondem....... "eu não posso formatar a minha máquina toda hora". Concordo com eles no mesmo momento e falo que existe uma ferramenta muito poderosa e fácil de usar, o Virtual BOX. Mas afinal o que este software faz ? em que ele pode ajudar nos estudos dos meus alunos e claro em seus estudos ? 
Segundo o site da Wikipédia.......

História

Criado pela empresa Innotek, inicialmente oferecia uma licença proprietária, existia uma versão do produto para uso pessoal ou de avaliação sem custo. Em Janeiro de 2007 é lançado a versão VirtualBox OSE (Open Source Edition) com a licença GPL (GNU General Public License), versão 2. Em Fevereiro de 2008 a empresa Innoteck é adquirida pela Sun Microsystems. No dia 20 de Abril de 2009 a Oracle compra a Sun Microsystems e todos o seu produtos, incluindo o VirtualBox.
Características

O VirtualBox tem um desenho extremamente modular com interfaces de programação interna bem definidas e um desenho cliente/servidor. Isso torna fácil o controle de várias interfaces de uma só vez. Por exemplo: você pode iniciar uma máquina virtual em uma máquina típica virtual de interface gráfica e, em seguida, controlar essa máquina a partir da uma linha de comando, ou possivelmente remotamente. O VirtualBox também vem com um kit completo desenvolvimento de software: embora seja de código aberto, você não tem que cortar a fonte de escrever uma nova interface para VirtualBox.

As definições de configuração de máquinas virtuais são armazenados em XML e são totalmente independentes das máquinas locais. Por isso, as definições podem ser facilmente transferidos para outros computadores.

O VirtualBox tem um software especial que pode ser instalado dentro das máquinas virtuais Windows e Linux para melhorar o desempenho e fazer integração muito mais perfeita. Entre os recursos fornecidos por essas adições clientes são integração do ponteiro do mouse o e soluções arbitrárias de tela (por exemplo, o redimensionamento da janela do cliente).

Tal como muitos outras soluções de virtualização, para facilitar a troca de dados entre os hospedeiros e convidados, o VirtualBox permite a declaração dos diretórios de certos hospedeiros como "pastas compartilhadas", que pode ser acessadas de dentro de máquinas virtuais.

Obrigado WIKIPédia :-)

Vamos deixar de bate-papo e vamos criar nossa primeira máquina virtual. Vou usar como exemplo o CentOS 5.5 32bits (i386).
Você terá que ter em seu computador ambos programas...o VirtualBOX instalado em seu computador e CentOS em imagem ou gravado no seu dvdrw (vamos ajudar o meio ambiente...use imagens .iso)
Instalou ? Beleza...agora vamos acessar o nosso programa....será apresentado à você a seguinte tela:
 

Clique em "Novo"

Na próxima tela, será efetuado algumas perguntas à você, basta responde-las que teremos nassa máquina virtual pronta.Vamos responder então ?

Nesta tela será perguntado qual distro você vai usar e qual nome será usado para a identificação, pois você pode usar várias máquinas virtuais.
 
Clique em "Próximo"

Dê um nome a sua máquina e depois indique em
"OS Type" qual sistema utilizar.

Determine a quantidade de memória que você
disponibilizar para a sua máquina virtual

Nesta etapa, você vai criar o seu "HD" virtual
(imagine um arquivo do write TAMANHO FAMÍLIA :-) )

Clique em "Próximo"

Selecione "Armazenamento Dinamico",
clique em "Próximo"

Determine o tamanho do seu "HD".
 
Clique em "Finalizar". Neste momento você já
terá um "HD" em seu computador;


Máquina Virtual criada..... clique em "Finalizar".

 


Agora que sua máquina ta GG (joínha, joínha) vamos inicializar a máquina. Selecione a máquina virtual e clique em "Iniciar". Será apresentado esta tela:
 
Aqui você está sendo informado que, caso queira sair da
máquina virtual basta você clicar com o CTRL direito
(lado direito do teclado). Clique em "OK"

Opa, agora você será solicitado à informar onde está
o dvd de instalação. Clique em "Próximo".


No meu caso eu usei uma imagem .iso (lembrando que isso é uma máquina virtual), usando uma imagem .iso sua instalação será mais rápida. Clique em uma "seta" verde que está ao lado da "mídia de origem". Vai aparecer a seguinte tela:


Clique em "Acrescentar", vai abrir ajanela para que você 
selecione onde está o seu .iso. De 2 cliques na imagem.iso

Ta bunito...agora clique em "Selecionar".

Clique em "Próximo"

Clique em "Finalizar"

 

Nos próximos dias estarei mostrando a vocês como instalar o CentOS em modo texto e muitos tutos no forno.

O meu abraço.


Rodrigo Griffo
Gestor de T.I

4 comentários:

le atelier disse...

excelente ..para quem esta querendo ...usar ourtro OS ...ow testar softwares msmo...sem atrapalhar o funcionamento dia a dia da maquina ...ESPERANDO ..mais TUTORIAIS ..vlw professor !!!

Tiago França Fernandes disse...

me ajuda com a questão do ponteiro vai..
toda vez, eu não me lembro de como fazer para aparecer o ponteiro...
me diz o atalho por favor, meu e-mail é tiago_pvo@hotmail.com me envia a resposta falou? obrigado

Agnaldo Neto Marinho disse...

Meu nome agnaldo,
primeiramente parabéns pelo artigo..
A minha ideia era virtualizar o meu servidor da rede que funcionar o samba e distribui a internet pelo resto da rede..
Entao queria saber se tem como executar o virtualbox-ose em modo texto??
alguma possibilidade?
ou outro tipo de vitualização.

me mande resposta pelo: agnetonho@gmail.com

Léo S. Teixeira disse...

AAA , Agora sim eu consegui !! .
Estava levando uma surra pra poder criar uma maquina virtual. !
Vlw . Professor !